domingo, 23 de agosto de 2009

Firmino e Lina - A busca dos elos escondidos

Perdoe uma reflexão*.
Não creio que haja apenas irrelevâncias nesse caso destrambelhado Lina Maria Vieira Emerenciano. Desde que começou esta coisa, há comentários dizendo que os blogs, frequentadores etc. estão depreciando, assassinanando a imagem da ex-secretária. Quando o nome de Marina Silva entrou na roda por causa de seu marido Fábio Vaz de Lima no processo SUDAM, fizeram o mesmo. O mesmo para Alexandre Firmino de Melo Filho. E assim vai. Daí que eu fiquei pensando. Por que aconteceria tal revertério de opiniões se antes estava tudo beleza?

Então, para responder fui pesquisar. Primeiro que não estava tudo beleza, coisa nenhuma. Só a ideia era fazer crer que estava. A ignorância é uma benesse. Os sites mostram os problemas há muito tempo. O fato é que os textos à época em que foram escritos apareceram como “mais um” no meio de outros “mais significativos”. Aparece tudo compartimentado, espalhado, sem ligação. Escândalos e situações mais rentáveis à mídia encobriram o que só estamos vendo hoje.

A internet é o maior milagre, o fim da placidez; pena que não tenha existido desde os tempos de Aristóteles, ou bem antes. A primeira pergunta que fiz ao Oráculo de Google já me deu o nome completo do marido de Lina, o que fazia, com quem, quando e por quanto. A partir disso a bola foi crescendo, não tem fim. Agora perguntam, como se não soubessem, quem indicou a Sra. Lina para o cargo? Como se ela houvesse caído do céu, perguntam como puderam cometar tamanho equívoco? Por favor, basta olhar esta busca básica para saber que ela foi indicada pelo secretário-executivo da Fazenda, Nélson Machado (e demitida por Guido Mantega). A mesma busca vai mostrar o que segue no próximo parágrafo: confira.

A coisa é que antes ninguém havia se preocupado com esta senhora, atualmente em todos os canais de informação. Havia? Quando ela foi empossada no cargo tão importante alguém foi lá seriamente levantar a ficha virtual da moça como estão fazendo hoje? Não. Eu não perdi dois cliques com ela. O que vemos são releases oficiais e repetições de dados. Mas hoje ficamos sabendo o que deveríamos ter sabido bem antes. Até sobre sua filha joalheira, Renata Emerenciano, e sua sociedade politicamente delicada sabemos; do mesmo modo, sobre o filho radialista popular, Mução. Estamos fazendo um trabalho que deveria ter sido feito pela imprensa instituída, caso ela fosse séria. A Sra. Lina Vieira e seu ato, ao que tudo indica, tresloucado de inventar uma situação com Dilma, deram um tremendo makeover em sua biografia, para pior. E agora ninguém mais apaga isto. O pior, agora sabem quem pode estar por trás da trama: Agripino Maia. Pelo pior dos motivos: vingança.

Se tivéssemos feito há um ano o que agora fazemos, saberíamos que o Sr. Alexandre Firmino, marido de Lina, foi do FHC até os tampos. Que é sócio de Alexandre Magno de Macedo, um funcionário do governo de Natal, em uma das suas empresas (Impressão Gráfica e Editora). Saberíamos que ele, Alexandre Firmino, concorreu em licitações governamentais tanto com a empresa Briza (que era [?] do seu sócio funcionário público, advogado, marketeiro de políticos), como com a DoisA, ao mesmo tempo. E ganharam. Saberíamos que Firmino foi o marketeiro de Agripino Maia, entre outros semelhantes. Saberíamos que ambos serviram aos políticos que agora se pintam como baluartes da ética e bons costumes, mas os rabos estão à mostra, cheios de nós perigosíssimos. Saberíamos das Ações de Improbidade em que estavam metidos com os políticos que os contrataram, comprovadamente, até os ossos. Saberíamos que a Governadora Wilma de Faria, do RN, em 2002, indicou o publicitário Firmino para atuar em duas frentes na transição do governo: na área de contas públicas, que engloba as secretarias de Planejamento e Fazenda, Tributação e Administração e Recursos Humanos (junto com o secretário municipal de Turismo, Vágner Araújo), e na área de desenvolvimento econômico, que envolve as secretarias de Indústria, Comércio, Ciência e Tecnologia, Agricultura e de Assuntos Fundiário. Saberíamos que as empresas de Alexandre jamais saíram da sombra do Governo, ao contrário, se refestelaram graças a ele, enquanto eram (e são) pagas por todos os lados, impunemente. E entenderíamos porque o MP, apesar de todos os esforços, acaba sempre morrendo na praia porque eles são todos absolvidos, continuam a vida como se nada houvesse passado.

E por onde andava a a Sra. Lina Vieira Emerenciano o tempo todo? Sabe-se agora que em algumas ocasiões, em 2005 e 2007, por exemplo, ela estava presente em reuniões do Conselho de Desenvolvimento do Rio Grande do Norte ao lado de Alexandre Firmino, seu marido, aprovando atas onde a agência DoisA estava sendo contratada pela SECOM (Secretaria de Comunicação), como também estava lá quando a mesma empresa e outras tão comprometidas quanto recebiam seus aditivos, reajustes... Alguém escreveu qualquer coisa? Uma linha sobre tamanha promiscuidade comercial? Não. Porque não havia a pergunta, o link, ninguém sabia, ninguém via.

Pode até ser legal este tipo de sociedade e negócios, mas sem dúvida não é moral - ou é? Ainda mais quando a esposa de Firmino também é do alto escalão do Governo, é doutora diplomada, sabe tudo de tributação; ainda mais quando o sócio do marido também é advogado e sabe das leis que ao menos à época impediam tais tipos de negócios e mesmo assim os realizaram. Tanto sabia que recentemente o Alexandre Magno entrou com pedido de liberação para poder negociar numa boa tanto de um lado quanto de outro, concomitantemente. E ganhou. Portanto ele pode ser sócio da Impressão Gráfica e ganhar, além de receber como funcionário público, além de ser marketeiro de campanha para aqueles que o chefiam no Estado, além de… É uma beleza.

Se tivéssemos uma imprensa para valer, coisas como estas e bem piores, estariam na cabeça de todos, assim os julgamentos seriam melhores e atuais. Talvez até pudéssemos de fato exercer a tão apregoada democracia que dizem termos. O pessoal da arquibancada poderia chiar antes do leite derramado. Mas não temos. Notícias importantes são dadas de viés, são distorcidas, são diluídas a tal ponto que nem para homeopatia servem.

Sei que não dá para uma pessoa ficar alerta o tempo todo com tudo. Mas é justamente por isto que a divisão de trabalho é necessária. Se eu faço A e B, o amigo ao lado faz D e H, outro G e Q… Então a gente junta tudo e mostra. Mostra enquanto faz, que é o mais correto, não depois. Isto não é uma utopia, é o que os blogs fazem agora. Por isto querem tanto acabar com eles, cercear-lhes a voz. A grande imprensa se deu conta que há outros formigueiros na área e as novas formigas têm outras habilidades e competências que ora faltam ou se atrofiaram nos grandes. Os formigões não estão gostando nada disto. Sabemos há séculos: se não mudarmos para nos adaptar, morremos. A entropia é a morte. Então eles querem matar quem está mudando a cena do conhecimento e da informação. Aí complica, ultrapassa a deslealdade.

Não creio que os blogs sérios como este estejam depreciando biografias mais do que os próprios biografados já o fazem por conta própria. Estão, sim, informando. Nada do que está sendo escrito, pelo menos no meu e em outros bons que sigo é notícia ou invenção, mas arqueologia da informação, ajuntamento de dados. O que outros podem fazer com tais informações, aí é outra coisa, mas a grande mídia está de olho, talvez (re)aprendam. O que sei é que os blogs investigativos precisam transformar-se em rotina, em praga, precisam virar cultura. Assim abrem-se portas de um novo pensamento crítico às próximas gerações, o que não é absurdo dizer, nem é uma pretensão lunática.
Muito mais vai aparecer, a poeira só começou a levantar.
Tem pecado nisso?
Eu acho é que tem o começo da salvação.

*Texto original em resposta ao post O caso Lina-Sarney,
em Luiz Nassif - 22/08/2009;
copiado aqui com pequenas ampliações.
Outros links interessantes para comprovações dos personagens estão
neste blog, em Firmino e Lina - Alguns dados a mais.
Ver também, de Luiz Nassif:
- As ligações de Lina;
- O dia apareceu; o encontro, não;
- Lina-Sarney, as ligações perigosas.

18 comentários:

  1. que mulher, namaria!
    minha namaria perfeita!!!
    tu lembra de mim?
    já te pedi em casamento e vc não respondeu até agora.
    tu tá pensando, namaria?
    pensa não, casa logo comigo mulé arretada!
    um xero, do seu
    Xexéu

    ResponderExcluir
  2. está chegando o centésimo dia de enrolação de Zé Pedágio.

    Deveria ter uma festa pra comemorar! =)

    ResponderExcluir
  3. elos perdidos

    de uma olhada
    é interessamte

    http://www1.folha.uol.com.br/fsp/brasil/fc2612200111.htm

    ResponderExcluir
  4. NaMaria, descobre para mim e + seus leitores quem foi o dotado do governo que indicou a Lina para secretária da Receita?
    Até ao presente ninguém falou nada.
    Será que foi o Mantega, se foi amigo, tú virou mesmo manteiga, deslizas-te bonitinho.
    Fernando

    ResponderExcluir
  5. namaria:
    a dra. lina foi desmascarada.
    é o que se deve fazer com picaretas.
    um abraço.
    romério

    ResponderExcluir
  6. Fernando;
    a resposta já está no texto que vc acabou de ler, num link do terceiro parágrafo, mas vai ver vc passou batido?
    Segue uma cópia - do original - que por sua vez foi copiado à exaustão pela web afora:

    "Fontes do próprio Ministério informaram que a ex-superintendente da Super Receita em Recife foi indicada pelo secretário-executivo da Fazenda, Nelson Machado. Mas ele evitou os jornalistas de plantão à porta do Ministério hoje e não respondeu a qualquer pergunta, muito menos sobre o assunto."

    Outras informações no link do meu texto.
    [ ]s

    ResponderExcluir
  7. parabéns.

    e eu, o que faço?

    recorto e mando para os amigos, repasso o link para os amigos etc.

    não é muito, mas já é alguma coisa.

    emerson57

    ResponderExcluir
  8. Emerson57;
    queira me perdoar, mas não entendi lhufas. Explica melhor, por gentileza.

    ResponderExcluir
  9. Perfeito. Belo trabalho! O Brasil precisa de gente assim!

    ResponderExcluir
  10. Parabens NaMaria, torço muito que as mulheres do meu Brasil vote em Dilma, para ela Vencer, por que o PSDB e os DEMO, vão ficar malucos fora do poder por mais 4 anos, mais a Imprenssa Golpista, acho que não aguenta, vão fechar as portas.(eles tem muitas dividas) querem o PSDB E DOMO no poder para mamar.

    ResponderExcluir
  11. Muito bem posto!
    Cabe-nos escancarar a falsidade da imprensa, assumir nossa parte no processo e transformar a história.
    Outra questão... estamos jogando na lama o nome da digníssima Lina? Estranho considerar assim, visto que a referida pessoa expõe uma outra sem ao menos ter uma prova sequer, apenas bizarras lembranças do tal encontro secreto.
    Abraços NaMaria e parabéns mais uma vez!

    Henrique Cassiano

    ResponderExcluir
  12. NaMaria, vou de carona no teu formigueiro:
    Ou o(s políticos do) Brasil acaba com os blogs, ou os blogs acabam com o (s políticos do) Brasil!

    SaúVações blogueiras, e omedetoo no shigoto !( parabéns pelo trabalho)

    ResponderExcluir
  13. Namaria,
    Só falta você...

    Processo administrativo & tortura


    O leitor atento deste blog já entendeu bem para que servem os processos administrativos na educação pública: para tudo ficar como está, ou seja, manter os abusos, o autoritarismo e a corrupção. Esta é a regra - e se alguém puder contestar isso, fique à vontade! Será bem-vindo tanto quanto aqueles que NÃO desmentiram que falta nas escolas públicas (menos em época de epidemias) sabonete e toalha para os alunos lavarem as mãos...


    Existe um tipo de informação que só circula aqui no EducaFórum e nos blogs afins, PaisOnline, blog da Glória e Cremilda dentro da escola: a tortura de pais, alunos e cidadãos comuns que são convocados a testemunhar nos processos administrativos. Vamos lembrar, por exemplo, a mãe da aluna de São João da Boa Vista, doente do coração, que ia ser massacrada na sessão processante onde deveria depor contra a diretora da escola. Por sorte nós pudemos acompanhá-la ao local, evitando que se submetesse a essa tortura. Leia o post Churrasquinho de mãe para entender os fatos.


    Um outro caso tem nos ocupado durante mais de um ano e espanta que ainda não tenha chamado a atenção da grande imprensa pela gravidade dos fatos: é o famigerado esquema de corrupção de Araraquara, que durante dez anos desviou milhões de verbas da maioria das escolas estaduais da região, através da assinatura de cheques em branco por parte de membros das APMs e da emissão de notas frias por parte de empresas-fantasmas. Caso de polícia que não interessa a ninguém, pois envolve políticos importantes, numa das regiões mais ricas do país. Leia o último post a respeito do assunto, sendo que não precisamos esclarecer que até hoje não fomos recebidos pelo Secretário Paulo Renato nem por sua assessoria...


    As últimas informações que temos tido sobre o esquema de Araraquara se referem a processos administrativos onde pais, alunos e cidadãos comuns são torturados psicologicamente para que assumam a culpa dos desvios ou deixem de apontar os verdadeiros criminosos, notadamente a ex-dirigente de ensino e seus supervisores, que foram, no mínimo, coniventes. Essa corja está pagando os serviços de grandes advogados para que os processos sejam arquivados ou as penas minimizadas. Pelo andar da carruagem, esse que poderia ser o primeiro grande exemplo de Justiça na educação vai resultar
    na responsabilização dos pais de alunos, que foram escolhidos a dedo por diretores desonestos, para assinarem cheques em branco destinados ao pagamento de notas frias;

    em processos de calúnia e difamação contra aqueles que tiveram a coragem e a honra de denunciarem esse esquema milionário de desvio de verbas que deveriam beneficiar os alunos da rede pública de ensino.
    A essa altura do campeonato, onde estão os nobres deputados da Comissão de Educação da Assembléia Legislativa, que receberam de nossas mãos o dossiê sobre o esquema de Araraquara, durante a mesma reunião à qual compareceu a ex-secretária Maria Helena de Castro? Relembre os fatos lendo o post O Esquema VI - Cobrar da Comissão de Educação.

    Mais uma pergunta: onde estão as comissões e as ongs de Direitos Humanos, que permitem a tortura psicológica de pais, alunos e cidadãos em processos administrativos que têm a única finalidade de intimidá-los? Compactuar com um esquema de corrupção é continuar a alimentá-lo e permitir sua perpetuação!

    Se alguém ainda não entende por que os pais de alunos não gostam de participar das APMs e Conselhos de Escola, é que não fez sua lição de casa: ler este blog com atenção. Histórias não faltam. Aliás, nós fizemos história: e daí?

    Giulia

    ResponderExcluir
  14. NaMaria, vpcê poderia levantar informações sobre a ligação entre o Governador Serra e a Kalunga?

    Há indícios de mais uma negociata milhonária.
    abraços

    ResponderExcluir
  15. Mazucheli;
    Bastante milionária, por sinal. A pesquisa está sendo feita, aguarde. Abraços.

    Giulia;
    Entendo sua preocupação, mas me faltam dados, muitos dados. On-line, de preferência. Já falei isto com a Sônia. Mas sigo tentando, confie. Bj.

    Wilson Yoshio;
    formigas unidas têm tudo pra montar um belíssimo formigueiro. Vamos em frente. Abração - sou tua fã.

    Lucimar;
    Valeu a tua presença aqui, uma honra.

    Xdaquestão;
    Estamos aí, sempre avante.

    Henrique;
    esta é uma das histórias mais doidas jamais produzidas pela (des)humanidade. Até agora não dá para entender tamanho destrambelhamento e cara de pau geral. Depois eu é que sou doida. Abraço:-)

    ResponderExcluir
  16. Namaria, não lhe parece estranho a empresa Lacon engenharia estar a frente ganhando grandes licitações em Araquara e Região e em todo o estado de SP, sabem lá como são orquestradas,sabemos que são de propriedade da família do nobre Deputado Estadual de Araraquara.
    Tudo isto está on line, também está publicada as citações dos 18 diretores de escola no diario oficial do estado de SP.
    Já são provas de dificil refutação que ocorrem irregularidades por lá.
    E precisamos nos adiantar.
    Giulia.
    Obs: Claro que confiamos em vc.

    ResponderExcluir
  17. Namaria, obrigado. Imagino o trabalhão que dá juntar tudo isso que vc expõe no blog. E imagino também o que vc faria com uma modesta equipe a sua disposição para poder ampliar as pesquisas e os assuntos.

    Abraço

    ResponderExcluir
  18. NaMaria, prazer em estar aqui e saber que tanta gente se preocupa com o bem de todos!

    Tenho certeza que o formigueiro está crescendo e que tem e terá força para melhorar este país. Precisamos desmascarar de vez esses políticos que ocupam o poder apenas e unicamente para se beneficiarem, enchendo seus bolsos de dinheiro público, em detrimento do povo. Tiram até comida da boca de criança. Lamentável.

    Adroaldo,
    com certeza isso ajudaria bastante. Além da divulgação deste blog para parentes e amigos.

    As denúncias precisam de fundamentos, de seriedade e, se possível, encaminhadas as autoridades competentes para que tomem as providências cabíveis. Além disso, o cidadão pode e deve acompanhar o desenrolar das investigações e cobrar das autoridades. Só assim teremos um país efetivamente justo, moral...

    Os fatos narrados pela NaMaria me parecem pertinentes, são graves e deveriam ser investigados por quem de direito. Infelizmente não são todos que tem poder para tal que tomam a iniciativa de fazê-lo, geralmente precisam ser provocados, cobrados. Mas acredito sobretudo na nova geração, que está aí para cumprir com o que já prevê nossa Carta Magna: legalidade, impessoalidade, moralidade, publicidade e eficiência da Administração Pública. E que se faça Justiça neste país! Brasil, um país de todos e para todos!!!

    ResponderExcluir