quinta-feira, 20 de agosto de 2009

Firmino e Lina - Alguns dados a mais

Desde o depoimento da Cascavel do Rabo Fino, como a apelidou o filho de Lina Maria Vieira, o humorista Mução (Rodrigo Vieira), para apuração de sua visita sem provas à Casa Civil de Dilma, tem-se especulado sobre o marido da moça. Trata-se do Zé Goteira, que na mesma prática carinhosa foi alcunhado pelo rebento bem humorado, por gostar de tomar banho de bica. Oficialmente, o marido chama-se Alexandre Firmino, marketeiro de Garibaldi Alves Filho, prestador de serviços ao DEM, PSDB, Geraldo Melo, José Agripino Maia; ilustre conhecido dos espetaculares Arthur Virgílio Neto, Heráclito Fortes, Mão Santa, etc. e tal. Ele é dono da agência Dois A Publicidade LTDA (CNPJ: 35.644.418/0001-16) - cujo site é de uma complexidade mononuclear, diametralmente oposto aos labores que presta.

Tem-se perguntado, igualmente, se o nome completo do maridão seria Alexandre Firmino de Melo Filho, cujas buscas na web mostram um passado estreitamente ligado ao Fernando Henrique Cardoso, de 1999 a 2000, no Ministério da Integração Nacional como Ministro Interino; também como habitué das extintas SUDAM e SUDENE. Ele ainda é Conselheiro do SINAPRO (Sindicato das Agências de Propaganda do RN)... Ao que tudo indica são a mesma pessoa, salvo engano proporcionado por seres com nomes quilométricos que usam ora um ora outro, dependendo da situação e interesses.

O dedicado esposo de nome reduzido ou ampliado também parece ter outras empreitas além da Dois.A. Por exemplo: há uma importante empresa, a Impressão Gráfica e Editora, na qual um tal de Alexandre Firmino Filho consta como sócio-gerente junto com Alexandre Magno Freitas de Macedo. O CNPJ é 04.352.782/0001-89 e a Inscrição Estadual é 20.088.048.9, estando situada em Parnamirim - RN, Estado onde Lina foi Secretária de Tributação, diga-se de passagem.

Acontece que este sócio do Firmino, o Alexandre Macedo é: 1) funcionário público do RN; 2) ao mesmo tempo em que foi marketeiro político da Sra. Governadora Wilma Maria de Faria (campanhas 2002 e 2006) com a função de criar o marketing institucional do Governo do Estado do Rio Grande do Norte; 3) foi (ou é ainda) dono da agência Briza Propaganda e Promoções LTDA.

Tal Briza Propaganda, por sua vez, se envolveu num tremendo rolo com a Sra. Wilma Governadora (tia do Agripino Maia, ex-Lavoisier Maia), denunciado por Garibaldi Filho em 2007. Foi lançada uma Ação Civil Pública responsabilizando-a, assim como a agência e mais alguns, por Ato de Improbidade Administrativa por irregularidades na publicidade do Governo do Rio Grande do Norte, de 2003 a 2006. A Ação pedia que Wilma, Rubens Lemos Filho (Assessor de Comunicação Social), Antuérpia Fernandes Fortes (Subcoordenadora de publicidade), Alexandre Macedo (funcionário público) e a agência Briza devolvessem R$ 6 milhões aos cofres públicos. Pedia o MP a condenação do grupo às penas previstas no artigo 12, inciso III da lei 8.429/92. O santo deles era mais forte, tava melhor, tava fazendo mais: em junho de 2008 foram todos absolvidos em 13 laudas de DO pelo juiz da 4ª Vara da Fazenda Pública, Cícero Martins Filho.

Confirmando o ditado nasceu torto assim fenecerá, as agências Briza e Dois A estiveram juntas, em sócios e almas, noutra celeuma dos infernos pouco tempo antes da acima citada. Espia só que fascinante e me diga se não viu o filme em algum lugar.

Em dezembro de 2001 foi registrado o inquérito civil 022/02 (27º Promotor de Justiça da Comarca de Natal), para apurar o uso de imagens de agentes públicos na publicidade oficial do Estado do Rio Grande do Norte (que poderia significar ofensa ao princípio da impessoalidade), bem como para investigar a extrapolação do limite de despesas previsto no orçamento do Estado do Rio Grande do Norte para Gastos com a Publicidade oficial.

O foco do inquérito foi a veiculação exorbitante de publicidades oficiais na TV, entre novembro e dezembro de 2001. Mostrava-se insistentemente o Governador Garibaldi Alves Filho e Henrique Eduardo Lyra Alves, seu Secretário de Governo e Projetos Especiais. De quebra, o Ministério Público ensejou o ajuizamento da Ação de Civil Pública para responsabilização pela prática de ato improbidade administrativa perante a 3ª Vara da Fazenda Pública, processo nº 001.02.014007-0. Completando o inquérito, a apuração da quantidade de recursos gastos com a publicidade oficial do Estado do Rio Grande do Norte no exercício de 2001.

Ao averiguar os gastos, o MP-RN chegou à licitação (Concorrência) nº 001/99 – Processo nº 21.9000/98-SEARH – no valor de R$ 7.000.000,00. Ali estavam seis agências de publicidade, entre elas a Dois A, que receberia R$ 1.800.000,00, o segundo maior valor, e a Briza Propaganda, que receberia R$ 500.000,00. Entre 1999 e 2000, felizmente, as seis agências conseguiram aditivos e levaram 25% a mais, o máximo como é de lei.

O problema foi que apesar dos aditivos, em 2000 o Sr. José Wilde de Oliveira Cabral, então Secretário de Comunicação do Governador Garibaldi, recontratou diretamente sem licitação, alegando situação emergencial, três daquelas seis agências iniciais: Raf Comunicação & Marketing LTDA, Armação Propaganda LTDA e Briza Propaganda e Promoções LTDA, por mais R$ 1.050.000,00. A Dois A ficou de fora, mas vou contar o causo assim mesmo, porque ele também tem gigantesca afinidade com o que acontece em São Paulo em termos propagandísticos governamentais - e depois volto ao tema.

O Sr. José Wilde Cabral justificou que os serviços contratados não eram suficientes para dar cobertura à publicidade institucional do RN (...) porque se fizeram materiais fatos imprevisíveis que demandou (sic) uma maior atenção do governo, tais como a emergência resultante da seca, a calamidade advinda com as chuvas fora de época, além de campanhas de vacinação ou de prevenção de epidemias. Ademais, a contratação de emergência seria imperiosa em razão da necessidade que tem o Estado do Rio Grande do Norte de assegurar à população a possibilidade permanente do conhecimento e do acompanhamento dos programas, obras, serviços e campanhas de caráter educativo, informativo e de orientação, divulgadas de forma absolutamente institucional, mormente agora quando sobrepaira o espectro de uma epidemia no rebanho bovino do Estado, com reflexos diretos para a população.

Não colou.

O MP-RN que não é parvo, não só constatou que 1) o caráter emergencial era uma tremenda cascata; 2) provou que os recursos decorrentes da contratação sem licitação foram utilizados para pagamentos de publicidade corriqueira da Administração Estadual (então enquadraram o funcionário público, Sr. Secretário José Wilde, do Governador Garibaldi Alves Filho, por improbidade administrativa); 3) arregaçaram geral, pois a famigerada insuficiência de recursos também não ficou demonstrada, já que as três empresas ainda tinham dinheiro a receber da Concorrência 001/99.

Em que foi gasto tanto dinheiro de emergência? Alguns exemplos: Edição de VT com o objetivo de divulgar a visita do Governador Garibaldi Filho, juntamente com o Senador José de Alencar, às instalações da unidade Wentex II, no Centro Industrial Avançado (R$ 2.500,00); Consultoria de propaganda e marketing com um núcleo de comunicação de atendimento exclusivo ao Governo do Estado do RN em 01 a 30/09, 01 a 31/10, 01 a 30/11 (R$ 17.666,00 cada); Consultoria de propaganda e marketing com um núcleo de comunicação de atendimento exclusivo ao Governo do Estado do RN ( de 2000) (R$ 17.666,00); Publicação intitulada “Divida com União é uma das menores” (R$ 3.600,00); Veiculação de histórico de divulgação de notícias do interesse do governo (R$ 6.000,00); Sinalização visual do pavilhão do Governo do Estado na Festa do Boi (R$ 24.000,00); Veiculação, em rádio, de matérias administrativas de interesse do Governo do Estado (R$ 15.000,00); Prestação de serviços de fotojornalismo ao Governo do RN, durante solenidade de entrega do prêmio “Melhores administradores do país”, em que o Governador recebeu o prêmio (R$ 447,06), Veiculação em TV da campanha intitulada “Programa do Governo” (R$ 37.897,20), e mais uma cacetada de veiculação ou transmissão do Jornal do RN e o Programa Falando Francamente. Valor gasto em promoções pessoais: R$ 326.007,63. Os Promotores queriam a devolução do dinheiro, a condenação do José Wilde assim como das agências contratadas ilegalmente. Adivinha que fim levou esta Ação?

Só para constar, o Sr. Wilde tem um irmão, o Vallério José de Oliveira Cabral, dono da Vallério Vídeo. Pois não é que o brother foi contratado pelo então Presidente do Senado, Garibaldi Alves? Pois é, por R$ 3 mil mensais, sem licitação, ele faria uma boquinha como personal clipper do Senado(r). O mesmo trabalho de clipping já existe, é feito pela Secretaria de Pesquisa e Opinião Pública, o "Senadores na Mídia". Mas para Garibaldi não era suficiente, mesmo porque ele já tem outro contrato exclusivo com a empresa de Gaudêncio Torquato, a GT Marketing e Comunicação LTDA, por R$ 10 mil/mês. Quando denunciado com a boca na botija, o Senador alegou que não sabia tratar-se de irmão do seu braço direito, Wilde. Santa ingenuidade, pois.

A Dois A continua a todo vapor no Governo de Natal, de onde nunca saiu, assim como a Briza ou a Impressão Gráfica e Editora. Por exemplo, a Dois A do Firmino acaba de conseguir entrar em um negócio de R$ 10 milhões junto com outras quatro empresas (algumas já citadas neste texto), na Secretaria Municipal de Comunicação - Processo Licitatório 3930/2009-73, Concorrência 24.001/2009 -, para divulgação das Ações de Governo. Quem assinou pela Dois A foi sua Diretora de Atendimento Lana Mendes Cavalcante (que também é segunda vice-presidente do SINAPRO).

Para completar, há aquele processo no Ministério Público Federal envolvendo Rosena Sarney e seu marido Jorge Francisco Murad Júnior, por irregularidades na SUDAM e o desaparecimento inexplicável de R$ 40 milhões.
Quem está entre os 41 requeridos? Alexandre Firmino de Melo Filho
.
Outro é o marido da neo-PV Marina Silva, o Sr. Fábio Vaz de Lima. Este senhor e a Sra. Roseane supostamente beneficiaram a USIMAR usando dinheiro do Fundo de Investimentos da Amazônia. Para os interessados nas 3.097 páginas e seus 19 apensos e ricos personagens:
- Número do processo: 200137000080856 - Entrada no STF: 13/04/2004 - Protocolo: 2004/39053 - Origem: Maranhão. Segue a lista dos 41 envolvidos:
Admilson Fernando de Oliveira Monteiro
Aldenor Cunha Rebouças
Alexandre Firmino de Melo Filho
Alexandre Rizzotto Falcão
Ana Cristina Costa de Souza
Antonio Alves de Oliveira Filho
Antonio dos Santos Ferreira Neto
Antonio Felipe Sanches da Costa ou Antonio Felipe Sanchez Costa
Artur Nunes de Oliveira Filho
Carlos Fernandes Xavier
Carlos Nayro de Azevedo Coelho
Clineu César Coelho Filho
Cristovam Wanderley Picanço Diniz
Dante Martins de Oliveira
Evaldo Guilherme Martins César
Fábio Vaz de Lima
Fernando José Marroni de Abreu
Flora Valladares Coelho
Francisco Doriney Baptista de Souza
Francisco Sergio Belliche Leão ou Francisco Sérgio Belich de Souza Leão
Honorato Luís Lima Cosenza Nogueira
Íris Pedro de Oliveira
Isper Abrahim Lina ou Isper Abrahim Lima
Janete Oliveira Bordalo
Jorge Francisco Murad Júnior
José Artur Guedes Tourinho
Luís Hiroshi Sakamoto
Madson Antônio Brandão da Costa
Márcia Pastor da Silva Pinheiro
Maria Aldanisa Canto dos Santos
Maria José Correia Alves ou Maria José Corrêa Alves
Mário Jorge de Macedo Bringel
Marivaldo Nazareno da Silva
Maurício Benedito Barreira Vasconcelos
Nadin Ferreira da Costa
Paulo Ivan Alberti
Raimundo Marques Neto
Raimundo Rogério de Magalhães
Roseana Sarney Murad
Rui da Justa Feijão
Valmor Felipetto
OUTRAS FONTES DESTE TEXTO:
Blog Entrelinhas - Será o Benedito 1 e 2
Ação de Improbidade Administrativa - Wilma, Alexandre Macedo - Briza etc..
Muitas Outras - pequena nota sobre Briza, sócios, campanhas.
Diário de Natal - Política - 25/agosto/2005.
Correio da Tarde - Primeira Mão.
Clipping CONAMP - 11/junho/2008.
Lina Maria Vieira (1).
Lina Maria Vieira Emerenciano - Memória da Receita Federal (delegada).
Lina Vieira - ASFARN - entrevista - 20/julho/2009.
Lina Vieira - compromissos.
Alexandre Firmino de Melo Filho + FHC + Secretário Nacional de Defesa Civil + SUDAM/SUDENE.
Alexandre Firmino - dois postos na equipe do governo de Wilma de Faria - 2002 - RN
Alexandre Firmino - Abrigraf Nacional - 2008-11; convenção coletiva trabalho
SINAPRO - Conselheiro 2007-09.
Diário Oficial do Município de Natal - Dois A: novo negócio no Governo - 2/julho/2009.
Lana Mendes Cavalcante.
Mução - vídeo 1; pegadinha 1 (tudo muito edificante).
Blog Contraponto
Conselho de Desenvolvimento do RN - Ata da 1118ª Reunião Extraordinária - 2007 - Dois A + Governo + Lina + aditivos (contrato de 2003)
Conselho de Desenvolvimento do RN - Pauta 1052ª Reunião Ordinária/2005 - negócios Dois A + Governo.
Ata da
1052ª Reunião Ordinária do Conselho de Desenvolvimento do RN - negócios Dois A + Governo + Lina.
Blog do Ailton Medeiros - 20/dezembro/2007
Alexandre Magno Freitas de Macedo - Tribunal de Justiça do RN - processo 20050064717
Ação Civil Pública de Improbidade - José Wilde Cabral, agência Briza etc..
USIMAR - geral
Ana Cristina Costa de Souza - e aqui, página 14 - e aqui
José Artur Guedes Tourinho - 1 - 2 - 3 - 4
Artur Nunes de Oliveira Filho - Secretário de Estado da Administração e dos Recursos Humanos do RN - morto - 7/2/2005.
continua...

16 comentários:

  1. Nada fica oculto na blogosfera. Parabéns NaMaria!

    hahahahahahahahahaha

    Temos que divulgar esta notícia via e-mail!

    ResponderExcluir
  2. Namaria, comé qui vc consegue tudo isso? Vou ler de novo seu post fazendo um fluxograma prá conseguir acompanhar os detalhes... Se bem que o que interessa já tá beeeem entendido!

    ResponderExcluir
  3. Namaria, comé qui vc consegue tudo isso? Vou ler de novo seu post fazendo um fluxograma prá conseguir acompanhar os detalhes... Se bem que o que interessa já tá beeeem entendido!

    ResponderExcluir
  4. Novamente, nada mais posso fazer senão prostrar-me a seus pés.

    Congratulations, my lady!


    Galahad

    ResponderExcluir
  5. Na página do Deputado Nelson Marquezelli encontrei um clipping para a agenda da Doutora Lina:

    http://www.estadao.com.br/economia/not_eco227580,0.htm

    Há um ano a Doutora já tinha problemas com "agendas", "reuniões" e "verdades".

    Causou mal-estar entre os parlamentares a ausência da secretária da Receita Federal do Brasil, Lina Maria Vieira, em reunião na Comissão de Finanças e Tributação da Câmara dos Deputados. A secretária alegou que foi chamada de última hora para uma reunião com o ministro da Fazenda, Guido Mantega. Mas, no mesmo horário, Mantega estava reunido, no Congresso Nacional, com o presidente da Câmara, Arlindo Chinaglia (PT-SP).


    Há três semanas no cargo, Lina não compareceu a cinco compromissos públicos previamente agendados. Nem o presidente do Senado Federal, José Garibaldi Alves (PMDB-RN), escapou do "bolo" da secretária. Na semana passada, Lina não apareceu numa audiência marcada para se apresentar ao presidente do Senado.



    Além de analisar os dados da arrecadação de impostos e contribuições federais de julho, os parlamentares da Comissão de Finanças e Tributação tinham interesse em discutir com a secretária mudanças nas alíquotas do Imposto de Renda da Pessoa Física (IRPF).



    "Fiquei perplexo. Ela confirmou e não veio. Entendemos que os secretários têm problemas de agenda, mas está na hora de ter prioridades", reclamou o deputado Júlio César (DEM-PI).

    ResponderExcluir
  6. namaria:
    a pauleira é necessária.
    romério

    ResponderExcluir
  7. belissimo trabalho, citei por ai.

    emerson57

    ResponderExcluir
  8. NaMaria, muito provavelmente vc já saiba, mas o marido de Lina Vieira foi mesmo ministro de FHC. Vc pode conferir numa postagem do meu blog: contextolivre.blogspot.com que, a propósito, reproduz algumas postagens do seu excelente blog, que acompanho e está nos meus favoritos.

    ResponderExcluir
  9. Como se vê, umas coisinhas de nada invisiveis para nossa imprensa tão meticulosa em suas "investigações" nas apurações das "crises".

    ResponderExcluir
  10. Será que a Doutora Lina Vieira vai ser santificada ou o NaMariaNews tá folgando no sábado?

    Lina Vieira mentiu já em agosto de 2008, quando alegou ter sido convocada pelo Ministro Mantega e por isso ter faltado a uma reunião AGENDADA com parlamentares...

    O problema é que Mantega estava no Congresso, reunido com o presidente Arlindo Chinaglia... e Lina Vieira não estava com ele...

    Detalhes no link do Estadão:

    http://www.estadao.com.br/economia/not_eco227580,0.htm

    De nada!

    ResponderExcluir
  11. - Poeteiro;
    Sim, Namaria tb é filha dos deuses e merece um tempo, né não? Até os vícios têm limites.
    Mas já que vc sugeriu o link, pergunto se vc reparou naquela lista ao final do post. Entrou em cada um deles? Então, se não entrou, experimenta. Sei que é uma tonelada de páginas e informações, mas há de notar que ele está lá, Poeteiro. Naquilo tudo há um monte de outras informações que podem dar um caldo nas mãos de bons cozinheiros. Minha proposta foi feita, o texto está ali. O resto eu já nem sei mais. Hoje eu não sei mais nada. Além do frio escaldante. Muito, muito agradecida e por favor, volte sempre:-)

    - Robin;
    é isso mesmo. Não dizem que o pior cego é o que não quer ouvir? Ou seria o pior mudo é o que não quer ver? Bolas, vc entendeu?

    - Zé Carlos, já te visitei, respondi e seguirei. Gratíssima, volte sempre:-)

    - Emerson57;
    Muito obrigada, foi muito gentil de tua parte. Abraço; a casa é tua, disponha.

    - Romério;
    Haja porrete nessa pauleira, meu amigo, haja!
    Mas bem que eu gostaria de saber fazer o que vc faz tão lindamente, em vez de só contar tragédias. Essa é a verdade. Beijo.

    - Mirian;
    Com muita paciência e interesse extremo para ler montanhas de trastes, apesar de pouco tempo. Eu também faço fluxogramas, mapas, desenhos... Ou não tem chance. Mas o interessante é que uma hora ou outra os pontos (quase) sempre se unem. Vc reparou? Experimenta aí pra ver. Uma loucura, mundo muito pequeno de fato. Beijo pra vc. Volte sempre, caso goste de ficar injuriada - hehehe.

    - Anônimo das 22:45;
    Tomara que assim permaneça e melhore a cada segundo. A gente tem mesmo de rir, eles é que deveriam chorar, já que a casa tá balançando, balançando... Abraço.

    - Sir Galahad, my Lord;
    faz assim não, que enrubesço. Apareça sempre que puder, vossa presença, tanto quanto a sapiência, são uma honra. Thanks a lot and kisses ;-)

    ResponderExcluir
  12. NaMaria este excelente texto do Azenha tem que ser divulgado. Vamos derrubá-los antes:

    Estudem os golpes midiáticos. Eles virão em 2010?
    Atualizado em 23 de agosto de 2009 às 15:18 | Publicado em 23 de agosto de 2009 às 14:07

    por Luiz Carlos Azenha

    De original o Brasil só inventou a jabuticaba. O resto quase tudo vem de fora. Especialmente as grandes idéias dos marqueteiros políticos. A inspiração deles tem origem clara: os Estados Unidos.

    Em quarenta anos de profissão, nunca vi a mídia tão partidarizada. Jamais. Jamais testemunhei um fenômeno como o de Lina Vieira: a mídia martela uma tese e simplesmente descarta todas as outras que possam contradizer aquela tese. Uma tese bancada por Agripino Maia. Uma tese que tem o objetivo de carimbar Dilma Rousseff como "mentirosa". Que faz parte da campanha para demonizar a candidata do governo. Que, em minha opinião, obedece a uma campanha milimetricamente traçada por marqueteiros de José Serra e executada por prespostos dos Civita, Marinho, Frias e Mesquita.

    http://www.viomundo.com.br/opiniao/estudem-os-golpes-midiaticos-eles-virao-em-2010/

    ResponderExcluir
  13. oi namaria
    eu já te disse que te amo?
    lembra de mim?
    sou aquele que te pediu em casamento e vc nem respondeu até agora.
    tá pensando?
    pensa não, casa logo comigo, arretada!
    Xexéu

    ResponderExcluir
  14. Sai pra lá Xexéu,
    Nada de ameaçar a produção da Namaria nem desviar o interesse dela para outros deleites.
    Tô começar a desconfiar que você é tucano...

    ResponderExcluir
  15. Sai pra lá Xexéu,
    Nada de ameaçar a produção da Namaria nem desviar o interesse dela para outros deleites.
    Tô começar a desconfiar que você é tucano...

    ResponderExcluir