sexta-feira, 19 de fevereiro de 2010

Esqueceram de mim - A volta às aulas em SP


Primeiro você lê aquilo acima (clica para ampliar), que está na primeira página do Diário Oficial de São Paulo de hoje (19/fevereiro/2010). É o sonho.

Depois você lê isto, que saiu na Folha OnLine - Educação, de hoje - o pesadelo:


O texto diz que foram gastos R$ 4 milhões com o prédio novo e outros R$ 3 milhões com reformas. O DO em 30/janeiro/2009 mostra o seguinte com relação a isto (fora outras implicações interessantes desse número de contrato):

- Contrato: 05/1879/08/01
- Empresa: Mazza & Fregolente Eletricidade e Construções Ltda.
- Objeto: Construção de Prédio Escolar em Estrutura Pré-Moldada de Concreto com Fornecimento, Instalação, Licenciamento e Manutenção de Elevador e Construção de Ambientes Complementares, de Sala de Aula e Reforma de Prédio Escolar na EE Pres. Café Filho – Capão Redondo/SP
- Prazo: 540 dias
- Valor: R$ 7.778.822,13
- Data de Assinatura: 22/01/2009.

Não há registro específico, em DO, para a entrega de mobiliário para a EE Presidente Café Filho - pode ser que tudo esteja dentro de outro pacote de compras, né mesmo?

Porém, o mais significativo, no texto da Folha, além de apontar as falhas da milionária reforma/construção, é o que está na parte reproduzida abaixo, para que você mesmo tire suas conclusões:

Outro lado
A Secretaria de Estado da Educação afirma que as cadeiras, mesas e armários serão entregues às 6h de hoje na escola estadual Presidente Café Filho. Questionada, a pasta disse que o atraso da entrega foi por causa das chuvas que atingem São Paulo.

A secretaria da gestão José Serra (PSDB) disse ainda que as duas horas de aula dadas ontem foram apenas para os alunos interagirem, já que muitos não se conheciam ainda. Segundo a pasta, a grade horária será normal a partir de segunda-feira.

Em tempo 1: Como não há propaganda política em SP, em todos os materiais escolares "entregues" aos alunos consta o logotipo do Estado trabalhando por todos.

Em tempo 2: Parece que a ladainha é a mesma de sempre: faltam carteiras, os alunos dançam. Confira aqui o repeteco, só mudando o alvo para o Kassab.

Atualizado às 22:10, graças ao inestimável comentário do leitor Zaqueu, que nos sugeriu esta preciosidade. Escute só que mimo.

Serra fala sobre medidas para a volta às aulas - 17/janeiro/2010

12 comentários:

  1. Chove chuva, chove sem parar...
    Essa chuva ainda vai dar m...@#%#@ na vida dele. Eu não creio nessa. Teve tanto tempo prá colocar as coisas em ordem e a culpa é da chuva? Tá bom então.

    ResponderExcluir
  2. Veja que interessante Dona NaMaria. No programa do Serra "Conversa com o Governador" ele fala muito sobre os investimentos em infraestrutura. Ouça o que ele diz: http://www.saopaulo.sp.gov.br/spnoticias/lenoticia.php?id=207853&c=201

    ResponderExcluir
  3. É, NaMaria, mais uma para a conta da demo-tucanada. E esta nem o Diário Oficial "oficioso" - a Folha de SP - consegui esconder... São Pedro é realmente cruel com os paulistas: por culpa dele, tudo dá errado em São Paulo...

    Abraços.

    ResponderExcluir
  4. NaMaria li no Cloaca que alguém da Secretaria de Educação de Sampa está na equipe do Arruda. Verdade? Que história é essa? Conta prá gente se souber disso.
    Abração

    ResponderExcluir
  5. Enquanto São Pedro apronta com São Paulo, o demônio faz a festa..
    O governo de São Paulo, teve um arremedo de coragem, um esgar e voltou atrás com o rabinho no meio das pernas.
    Elaborou uma prova dos professores temporários. Uma prova onde o professor seria avaliado na matéria onde leciona….
    Os reprovados, deveriam ser demitidos .
    Alguém deveria ser responsabilizado por manter nos seus quadros professores sem capacidade. O prejuízo que um professor desse causa ao pais não dá para calcular.
    Alunos frequentando aulas anos a fio e não aprendendo nada, por ter aturado e pago a incompetência e capacidade de um professor medíocre.
    Eram tartarugas aboletadas na frondosa árvore da escola pública. Tartatuga não sobe em arvore….
    Esses professores então vão ser enviados para escola de periferia onde alunos mais pobres são os mais carentes de informação e educação.
    Mudou pouco. Alunos de periferia são os menos informados, os que mais aceitam a violência contra eles, a injustiça e a covardia do governo. A corrupção para o povo sem educação é tida como inevitável.
    A escola das melhores escolas, onde alunos aprendem em casa. Tem computador e quem ensina, pode pagar cursinho, são escolas escolhidas por professoras mais qualificadas em com melhor QI, um pistolão maior e mais forte.
    Para as escolas de periferia vai o “resto”.
    Sempre foi assim….
    Se o governador não tinha coragem de excluir os muito ruins, não devia ter acenado com a esperança de uma atitude a favor da escola pública.
    QUEM NÃO AGUENTA, NÃO INVENTA…..

    ResponderExcluir
  6. E tem mais.
    Para cumprir os 200 dias de ano letivo, os alunos chegam na escola, responde a chamada e são dispensados..
    As diretoras explicam que é só para os alunos interagirem, já que muitos não se conhecem...
    Quanta preocupação com nossos alunos
    Oh....que meigo....
    Acorda Governador, este ano espero colaborar para que muitos pais lhe deem o troco.....
    Espero que os pais com alunos sem aula e aula medíocre, alunos que sofreram violência, se lembrem que o senhor foi quem colocou as tartarugas em pontos estratégicos da educação.
    Trouxe o almofadinha de Brasilia.
    O secretário de Deseducação de São Paulo, tem um blog onde ele só fala mal do Lula.
    O Lula vai bem, obrigada, quem vai mal é a escola pública de São Paulo e a "Alice" pensa que está no país das maravilhas.

    ResponderExcluir
  7. é os tucanos deram uma deslizada feia sabendo eles que os petistas estão dezesperados com a batalha que vai ter pra emfiar dilma guela abaixo do povo que não esta muito afim de seguir o mando do lula pois presidente não consegue levar voto pra canidato ruim veja (caso do chile) e já estão fazendo campanha politica em todos lugares que são convidados desrespeitando a lei já esta comessando mal sra: dilma mais petista é assim mesmo acha que pode tudo.

    ResponderExcluir
  8. Xexéu Gouveia e Castro20 de fev de 2010 15:29:00

    Caro Antonio aí em cima;


    Neste blog apenas falamos o Português. Portanto não foi possível entender vossa mensagem. Queira por obséquio utilizar a tecla SAP ao escrever. Dicionário e corretor automático também ajudam.
    Sem mais, subscrevo-me ao vosso dispor;

    Xexéu GC

    ResponderExcluir
  9. Agora, alguém pode me explicar por que o professorado paulista - da rede pública e privada - é tucana?

    Por que são cúmplices dos crimes que se cometem contra si?

    Gostaria, mesmo de ouvir opiniões.

    Emilio GF

    ResponderExcluir
  10. Parece que o Antônio estudou numa escola do serra para demonstrar tanto "entusiamo" assim, né não?
    Beto

    ResponderExcluir
  11. Serra diz que chegou à universidade, virou profrssor, mas o que ele não diz é que "NÂO SE FORMOU, NÃO TEM NÍVEL SUPERIOR!!"
    Abandonou a Escola de engenharia e nunca cursou economia.Deu aulas de matemática na CEPAL e diz que cursou a Universidade do Chile, que fez mestrado e Doutorado em Cornel nos EUA, mas lá niguém confirma. Cadê os diplomas José?

    ResponderExcluir