terça-feira, 14 de setembro de 2010

Da palavra para a imagem: Links eróticos no Caderno do Aluno da Secretaria de Educação-SP

TIRE AS CRIANÇAS DA SALA

NAMARIA SOMENTE PARA ADULTOS


Este seria um texto de ficção nos moldes do Marco Aurélio Mello? Sei não. Pode-se confirmar, negar é que não se pode.
Entonces
...

* Texto editado e corrigido, às 9:47, porque erramos uma informação sobre um dos links. O restante está correto. Lamento a falha e agradeço ao leitor do Nassif, Ernesto Camelo, que nos alertou a falta de um S no endereço.


Cena 1:
  • Vamos supor que determinados materiais didáticos amplamente entregues nas escolas públicas de São Paulo, pela Secretaria de Educação, estejam novamente com problemas, digamos... pornográficos.
  • Vamos supor que os tais materiais se encontrem nas apostilas intituladas Caderno do Aluno, já elencadas aqui.
  • Vamos supor que façam parte dos milhares de exemplares de Inglês.
  • Vamos supor que uma das atividades propostas seja o aluno entrar em determinado site para analisar e aprender o que é um jornal.
  • Vamos supor que ao entrar, o aluno, na verdade, caia numa tremenda página de cunho erótico, inapropriada, portanto, a uma sala de informática ou seja lá o que for dentro de uma escola.
  • Perceba que num circo uma fumaça sufocante está sendo sentida.

Cena 2:

  • Pano rápido. Vamos imaginar que deva estar ocorrendo um tremendo dum bafafá em um edifício da Avenida São Luiz, no centro de SP, e também na Praça da República, dois dos mais educados locais do Estado.
  • Pense em um circo, com plateia lotada, já tomado por um fogo selvagem.

Cena 3:
  • Qual site erótico é este indicado no Caderno do Aluno?
    O NaMaria News não publica nada de imoral, ilegal ou que engorde, embora na maioria dos textos da casa possa parecer que sim. Então é por sua conta e risco que entrará no recomendado www.newsonline.com e será remetido ao Naked News Anchors, um site onde as notícias são apresentadas por moças absolutamente desnudas feito Eva no Paraíso, antes da Serpente estragar a festa. Não temos nada a ver com isto.
  • Neste instante. Pense na tristeza, no desânimo, no desespero, no ódio do dono do circo.

Cena 4:

Taca fogo e mostra a tocha
  • Só para começar a comprovar que a indicação do jornalístico site erótico partiu mesmo da Secretaria da Educação de SP, a única informação on-line (por enquanto) está disponível em uma página da Diretoria de Ensino da Região de Bragança Paulista, que atende 60 escolas de ensino Fundamental e Médio, distribuídas em doze municípios. Precisamente é documento de sua Oficina Pedagógica. É coisa antiga. Nesta página, a coordenação de Inglês reproduziu uma lista padronizada que muita gente das escolas deve ter recebido e visto, retirada dos próprios materiais governamentais, com as dicas para atividades em todas as séries. A Diretoria de Ensino não inventou nada, não tem culpa. Está nas Sugestões de sites e filmes para o 2º bimestre/09, para a 1º série (antigo 1º colegial), conforme ilustração ao lado (clique para ampliar).

  • Como somos todos descrentes, o NaMaria News foi atrás de mais provas materiais.

    Portanto imagine aí que temos em mãos as tais apostilas de Inglês.
    E estamos apreciando a página 32 do caderno do Aluno Volume 2 para o 1º ano do Ensino Médio.
Nessa página temos o Learn More, onde estão as sugestões. Exatamente como citado no site da Oficina Pedagógica, acima. O último acesso declarado para a edição da apostila foi em 19/novembro/2009.



  • Por obra e graça de um demônio safado, eis que clicamos o play e somos enfiados nisto:




  • Quer dizer, o povo da Secretaria de Educação recomendou um site impróprio pensando que estava tudo em ordem. Não houve revisão posterior.




  • *OBS - No Volume 3 do Caderno do Aluno de Inglês, página 29 vem a sugestão de atividades para uso do site onlinenewspapers.com, este sim remetendo a lugar seguro.



Cena 5:
Quais as saídas possíveis para contornar a situação?
  • A primeira e mais utilizada pela SEE seria a retirada de circulação dessas milhares de apostilas. Mas como seria a logística e quanto custaria, uma vez que tudo isto já está nas mãos dos alunos há tempos?
  • A segunda seria fazer com que a Intragov - sistema de internet usado no Governo do Estado, que controla tudo e todos - criasse um impedimento de acesso, como já o faz com muitos sites? Mas daí o acesso só seria proibido nas tentativas feitas pelos IP's mantidos pela Intragov (escolas, repartições etc.). Nada impede que o aluno, o pai do aluno, você, o delegado de polícia e o diabo com internet em casa acesse a desgraça.
  • A terceira seria negociar com o atual dono do domínio internacional newsonline.com. Mas como seria essa negociação? Quanto custaria aos cofres públicos a remediação? Seria possível, além de viável? Não sejamos ingênuos, o site movimenta uma fortuna, é profissional, antigo (veja imagens abaixo). Quem, em sã consciência, iria passá-lo adiante só para ajudar uns paulistas desesperados com os próprios erros?

  • A quarta seria mandar imprimir tudo de novo, sem a podridão do site indicado desapercebidamente por uma dedicada equipe de profissionais, e entregar às escolas? A conta da reimpressão seria paga por quem?

  • A quinta seria simplesmente arrancar e estraçalhar numa picadeira as páginas malditas e deixar o resto como está, para ver como é que fica?

  • A sexta seria dizer que houve um lapso de digitação e o endereço do site saiu errado? Então qual seria o correto?

  • A sétima seria o Sr. Paulo Renato Costa Souza, da SEE-SP (e FDE), afirmar que abrirá uma sindicância feroz para apurar os culpados? Talvez os resultados saiam mais rápido que aquele mostrado na lateral esquerda deste humílimo blog.


Cena 6:
O circo tá que é só o pó

Mais alguma ideia, gente?
Convenhamos, apreciados leitores: se foi impossível recolher os exemplares daqueles outros "livrinhos pornôs" entregues às crianças (aquele "Banheira..." o outro "Memórias..."), imagine o que é recolher milhares e milhares de apostilas pagas a preço de ouro às gráficas amigas e eternamente vencedoras de licitações. Se deu o maior inferno as apostilas com os mapas errados com dois Paraguais e outros pepinos, imagina o que é fazer a criançada "esquecer" o que viu em sala de aula, a mando da Secretaria de Educação, que não confere endereços de sites antes de mandar publicar os materiais?

Para que tenha uma noção das metamorfoses do indicado News Online, por exemplo, siga este link e tenha toda paciência do universo. Agora, se à época da edição do Caderno do Aluno /Inglês, 2009, o site era realmente de notícias a figura é uma; os alunos podem ter tido bons exemplos. Se, depois, o domínio foi modificado e remeteram o conteúdo para a belezura que vemos hoje, a figura é tenebrosa. Simplesmente porque não houve acompanhamento dos sites sugeridos no material por parte da SEE-SP, FDE e demais envolvidos. Ninguém do site avisou a SEE e FDE que mudariam tudo? Que horror.

Mais uma vez a equipe pedagógica responsável pisou na bola. Esqueceram que a Internet é algo vivo, mutante, e links impressos podem levar a surpresas como essas.

Todo e qualquer remédio escolhido pela SEE-SP a partir de então será aquém de um paliativo. Nem por isso mais barato e, muito menos, eficaz.
O circo foi para o brejo. O palhaço está nu.

O NaMaria News agradece imensamente
uma fabulosa rede de mestres aracnídeos que
contribuiu para a existência desta denúncia.
No próximo capítulo uma pequena ciranda sobre os "responsáveis".

**NM às 21:08 - Mais uns links interessantes:
tudo o que levantamos aqui foi publicado no UOL Educação, às 18:35;
no Estadão Educação, às 20:14,
e
na Folha.Com Saber, às 20:21 .
Saiu também no R7, em 15/09, às 08:13;
está no Abril.Com, às 08:49.
Portanto a história toda procede.
Só não entendemos a parte do Ministério Público Federal ser envolvido no caso.
Falta só publicar na Veja - e sair no Jornal Nacional.

25 comentários:

  1. Namariaaaaaaaaa!!! !!

    Que baixaria é essa? Aqui na escola está um inferno, todo mundo querendo uma apostila para guardar de recordação. Você autografa para nós?

    Nunca usamos as porcarias das apostilas em sala de aula mas agora queremos umas de qualquer jeito kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk..

    Todo mundo também ta´doido para entrar nos sites. Virou um vale tudo aqui na sala dos professores.

    Em coro lhe agradecemos por lavar nossas almas.

    Professores da Zona Leste

    ResponderExcluir
  2. NaMaria tu não achas que o Paulo Renato devia assinar esse tipo de jornal para toda rede de escolas públicas também? Ficou fácil, a propaganda ele já fez. O problema vai ser a mulherada pelada ter de falar bem do PSDB.
    Fico aqui imaginando aquela loirinha "desnuda" com a foto do Serra ao fundo. Que lindo!

    É, tu és bestial, pá!

    ResponderExcluir
  3. Falso moralismos. Os filhos dos ricos podem ver tudo isso. Por que você acha que pobre não pode gozar???

    ResponderExcluir
  4. terna e doce NaMaria!por isso que sempre digo:
    Alegria do circo e ver o palhaco pegar fogo!
    Que pretenderia o autor dessa trapalhada, iniciar os alunos num carloszefiro da web?para canOnaniza- los?
    procura direito,NaMaria! Capaz de encontrar compra de lencos de papel que, inicialmente,serviriam pra limpar as maos dos alunos imberbes.hoje,pra enxugar as lagrimas dos cabos eleitorais...
    Tem mais? tem mais???

    ResponderExcluir
  5. Acho que esta crítica não procede, pois é da natureza da internet se modificar, incluindo a propriedade dos domínios.

    Neste link abaixo:

    http://web.archive.org/web/*/www.newsonline.com

    é possível ver a evolução deste site nos últimos 10+ anos. Apenas bem recentemente ele se tornou um site erótico. Provavelmente ele foi adquirido tardiamente em função do nome genérico "Notícias Online", e usado como redirecionador para o dito conteúdo erótico.

    Neste caso, a apostila se referia (conforme seu próprio texto demonstra), a um conteúdo provavelmente legítimo, porém antigo.

    ResponderExcluir
  6. Mundo Citrico--
    eu acho que todo mundo sabe que a internete muda toda hora. O problema que a namaria levantou é que houve falta de atenção para a reedição do material. Isso é que está errado.

    Então você vai lá explicar para os pais que estão reclamando -- como eu fiz na ouvidoria da fde -- e até agora não tive resposta nenhuma deles. Eu costumo acompanhar as lições dos meus filhos que estudam em escola pública e quando minha filha me mostrou o site eu fiquei preocupado. Se houve falha nessa coisa o que não pode estar errado em outras?
    Entenda nossa situação e a denúncia do blog que é correta.


    Muito obrigado Namaria.

    ResponderExcluir
  7. Mundo Critico, sua critica é valida, mas não procede.

    O caderno do aluno existe desde 2009. Em 2008 , só os professores tinham material, caderno do professor. No discurso de 2008,a SEE se dizia aberta as mudanças no material, escutando as criticas, remodelou. O caderno do aluno nada mais é que o caderno do professor com exercício.

    Como vimos não atualizam o material desde de 2008,ignoram as criticas dos professores quanto a sua viabilidade didática e as impõe de forma autoritária dentro da sala de aula em nome de uma pseudo qualidade de ensino,desrespeitando à liberdade de catedra dos docentes e os alunos.

    Através do link que vc postou , vemos que não houve mudanças no site em 2009 e 2010.

    Reedição da mesma pornografia, falando metaforicamente, não é seu filho que é feito de palhaço pela politicagem rasteira da secretaria de educação de SP.

    ResponderExcluir
  8. E o pior é que esses tucanos transformaram, nós cidadãos paulistas em palhaços, que temos que pagar por mais essa "ação entre amigos do PSDB".

    Devemos dar um basta nisto, devemos tirar o PSDB do governo de São Paulo e rever todos os atos deste governo de privateiros.

    ResponderExcluir
  9. NaMaria, você também é uma Cara!

    ResponderExcluir
  10. Sal, salve, NaMaria!

    Brilhante. Parabéns por mais esta belíssima matéria.

    Já imaginou se não existissem os blogs "sujos"? Seria mais um lixo dos "limpinhos" que ficaria sob o tapete.

    Beijo enorme,
    Conceição Lemes

    ResponderExcluir
  11. Sebastião TG Dutra14 de set de 2010 14:06:00

    Com o perdão dos comentaristas, da NaMaria e dos leitores eu acho que a maioria dos que entraram aqui e no Luis Nassif para discordar são analfabetos funcionais. Não quero ofender ninguém mas é verdade. Perece que se leram o texto da NaMaria não entenderam nada.

    Não se trata nem de moralismo e nem de sensacionalismo ou denúncia improcedente. A denúncia procede, sim. Também tenho filhos e ao contrário de muitos colegas de trabalho (sou professor) os meus estudam em colégios públicos.
    Da mesma forma que o cidadão lá em cima eu também acompanho o que meus filhos fazem na escola, o que aprendem e como aprendem.

    Essas apostilas jamais tiveram revisão a não ser no caso dos mapas porque foi bastante divulgado pela imprensa, inclusive a comprada pelo governo para as escolas. Desta vez ninguém soltou nada mas esta história corre há tempos nas escolas entre professores e pais atentos. Precisa sair no SPTV para existir o fato? Por que ninguém vai com câmera e microfone perguntar para o Paulo Renato o que está acontecendo nesse caso?

    Na qualidade de pai escrevi para a SEE e não tive resposta. Minha esposa escreveu e mandaram resposta tão desprezível que tivemos que esquecer para não ficar mais mal do que estávamos. Então resolvemos falar na escola e as apostilas foram deixadas de lado e não as usarão mais.

    Poucos professores as adotaram. A falta de qualidade é notória. Há muitos mais erros do que se pode supor e eles continuam nelas. Fazem uma errata num site que nunca consegui entrar porque dá erro em meu login e não adianta reclamar disso também. Então parei de me esforçar, simplesmente não as utilizo mais, nem as olho. Uns professores amigos procuraram a errata para o site em questão e não acharam nada até hoje.

    Acho importantíssimo que tenhamos denúncias assim. Não se trata também de dizer que a internet muda sempre. Como a NaMaria disse todo mundo sabe disso. O problema é o descaso da FDE e da SEE para com qualquer coisa. Depois que pagam os fornecedores as coisas ficam por conta própria. Quem se interessa em checar cada item desse material? Como eles fariam para arrumar? Todas as outras perguntas da NaMaria ficarão sem respostas.

    Por que eles logicamente não colocaram tudo que era material digital em um site aberto a todos? Então poderíamos interagir.

    A mim parece que na SEE não interessa a opinião pública ou a opinião daqueles que levam as escolas nas costas ou seja, nós professores.

    Parabéns NaMaria que faz o que não podemos e mostra. Precisamos de muitas outras NaMarias.

    ResponderExcluir
  12. Pelo que entendi, não foi o blog que ficou procurando pelo em ovo nas apostilas. A denúncia chegou à Secretaria da Educação, feita por algum pai ou aluno e esta – SEE – ficou mais uma vez em pânico. Já não bastavam os outros casos? Mais um?

    O problema vazou e o blog foi atrás procurar se procedia. A questão existe e está provada. Efetivamente há um link que vai para uma página que algum pai ou professor considerou inapropriada e reclamou junto ao órgão. Não está em questão aqui se é ou não imoral. Muitos de nós concordamos com o aborto, mas falar neste tema é tabu para muitos, pois existe muita gente que treme ao ouvir a palavra.

    O mais importante é refletirmos em dois pontos: a) a internet e b) a educação vista como negócio.

    Na primeira questão temos o seguinte: a WWW é viva e os materiais impressos são “mortos”. Ao se usar uma coisa na outra é preciso tomar todos os cuidados. É como citar fontes. Nenhum problema em colocar links e posteriormente estes não funcionarem mais ou redirecionarem para outros endereços, mas isso deve ser levado em conta na hora da indicação, é preciso pensar se não seria melhor indicar palavras chave, por exemplo, ao invés de endereços.

    Quanto o último caso, essa é mais um indicativo que alguma coisa na SEE está muito ruim e essa coisa chama-se pedagogia.

    Fechando: nada de moralismo, nada de pelo em ovo, nada além de pequenos afloramentos do iceberg da incompetência.

    ResponderExcluir
  13. Pedir desculpas, admitir, corrigir erros próprios é uma dádiva que poucos possuem. Você demonstrou uma grandeza poderosa ao fazer a correção aqui e no Nassif. O testo só aumentou em importância depois disso. Por essas e outras sou teu admirador fiel.

    Aqui na FDE, no entanto, o pessoal está arrancando os cabelos. Parece que isso tudo deveria permanecer enterrado para todo sempre.

    Você é o bicho, NaMaria!!!!

    ResponderExcluir
  14. Namaria,

    Vc. é demais!! Faço coro com Juroncon, o Sebastião e o Anônimo e gostaria de ser uma abelhinha ( não uma mosquinha, pois sou limpinha, he, he, he) para poder ficar voando e zumbindo lá nas plagas da FDE, já imaginou? Só de pensar eu tenho uma síncope de tanto rir!! Eles (as) não devem estar acreditando! Uma "cartilha" de 2009 e ser flagrada? KKKKK!! Já estou espalhando aos 4 ventos.
    Um grande abraço para você.

    ResponderExcluir
  15. Não sei se agradeço pelos links (ótimos, hehehe) ou pela lembrança em: "Tire as crianças da sala".

    ResponderExcluir
  16. Bacana NaMaria. Tudo arrumado e até o PIG repercutindo.
    Parabéns pelo trabalho incansável. Você não imagina a admiração pelos seus levantamentos exaustivos nos Diários Oficiais.
    Grande abraço e força, sempre,

    Ernesto Camelo

    ResponderExcluir
  17. Estes tucanos não respeitam nada mesmo. Não é que agora o Serra resolveu pichar a Bandeira Nacional? Foi aos 06 minutos e 14 segundos do programa da noite de terça. Com isto ele violou a Lei 5700/71, artigo 31, item II, que trata dos Símbolos Nacionais.

    Que falta de educação. Imagine se fosse o Lula?

    ResponderExcluir
  18. Como um comentarista anônimo citou acima:

    "Na primeira questão temos o seguinte: a WWW é viva e os materiais impressos são “mortos”. Ao se usar uma coisa na outra é preciso tomar todos os cuidados. É como citar fontes. Nenhum problema em colocar links e posteriormente estes não funcionarem mais ou redirecionarem para outros endereços, (...)"

    Parece mais um problema de incompetência de que de má-fé, por parte da SEE-SP.

    ---
    Juroncon: bem-observado.

    ResponderExcluir
  19. Concordo com o "Mundo Crítico". Estão fazendo tempestade em copo d'água. Os veteranos da internet sabem que a venda/troca de domínio é um fato corriqueiro na web. Claro que a Internet é algo vivo, mutante. Mas daí a monitorar diariamente um domínio ou proibir a sua impressão para evitar essas surpresas já é demais. Esse post é oportunista e baseado em moralismo barato.

    Quanto à Cena 5:
    Quais as saídas possíveis para contornar a situação?

    Eu sugeriria que os professores fossem orientados a recolher os tais cadernos por um dia e munidos de uma simples caneta hidrocor preta fizessem um tachado sobre o referido link. Nenhuma das propostas sugeridas pelo blog minimizaria o estrago causado. Sindicancia? Sim. Mas não precisa ser feroz. Erros acontecem e os "culpados" não precisam ser queimados como na Inquisição. Um boa orientação para que tais fatos não se repitam seria o suficiente.

    PS: hoje em dia qualquer criança alfabetizada e curiosa (o que é normal) que digitar um dabliu, dabliu, dabliu seguido de um palavrão irá entrar em um site com conteúdo inapropriado para sua idade. A Solução está em algo conhecido como "parental control". Entrem no Google e pesquisem.

    ResponderExcluir
  20. Este menino Serra é meu ídolo.

    Ele transformou a Secretaria de Educação em Secretaria de Educalcinha.

    Imaginem o que não faria na Presidência da República.

    Ele seria o Calígula brasileiro e criaria um bordel federal,como nos bons tempos do baixo Império Romano.

    ResponderExcluir
  21. Namaria,

    E viva o seu "bloguinho", ontem a coisa já estava rolando nas escolas sem mesmo ter saído na Mídia do Serra ( que mentiu de novo!!) imagine hoje? Tô adorando!! KKKK!! Deve ter um bocado de peninhas azuis, amarelinhas ao vento lá pelas bandas da Praça da República, he, he, he!
    E além do mais esse seu "bloguinho" é mesmo muito melhor que a mídiona, pois me proporciona ótima risadas, adorei o comentário do BOCAGE, KKKKKK!!!!

    Grande abraço.

    ResponderExcluir
  22. Belíssimo blog, vê se vc conhece alguém aqui em MG e sugere para criar um que denuncie as mazelas praticadas pelo ex gov, ex candidato a vice do ex(Jênio) de S.P., o Aócio Never.

    ResponderExcluir
  23. Não sei porque a polêmica
    A escola pública de São Paulo está mesmo uma pu..ria mesmo....
    cremildadentrodaescola.wordpress.com

    ResponderExcluir
  24. Aos que comentaram que a crítica não procede devido à dinâmica da Internet: por que eles não escolheram sites como cnn.com, yahoo.com, bbc.co.uk, ft.com ? Eu não imagino o cnn.com virando site pornô tão cedo ;)

    Abraços

    ResponderExcluir