quarta-feira, 5 de maio de 2010

Editora Abril: outros bons negócios com a educação paulista

Estávamos nós buscando atualizações da ilicitada compra do El País, pelo Sr. Paulo Renato Costa Souza, em nome da Diretora de Projetos Especiais da FDE (Sra. Cláudia Aratangy) e ratificada pelo Presidente da FDE (Sr. Fábio Bonini) , para os CEL's paulistas, quando eis que nos deparamos com esta pequena nota no Diário Oficial (30/abril/2010):



Quer dizer: o número do processo/negócio é outro. Agora para o El País vale o 15/00363/10/04.

Vai daí que não custava nada observar quem seria o dono do número corrigido, o tal 15/00024/10/04.

Hello! Surprise!
Trata-se de outro grande fornecedor/parceiro/negócio/material-pedagógico/projeto da exemplar Educação Paulista, já citado aqui em outras eras, mas que vamos mostrar porque reincidente:

DO - 2/abril/2010 (repetido em DO 6/abril, mas não sabemos a razão):
- Contrato: 15/00024/10/04
- Empresa: Editora Abril S/A
- Objeto: Aquisição de 540.000 exemplares do Guia do Estudante - Atualidades Vestibular 2º semestre 2009 - Edição 10, e 27.500 exemplares da publicação Revista do Professor – Atualidades, destinado a 3.530 unidades escolares e 92 Diretorias de Ensino.
– Prazo: 45 dias
- Valor: R$ 3.177.400,00
- Data de Assinatura: 30/03/2010.
O aviso da compra - sem licitação - foi feito em 20/março. E lá se vão mais uns trocados para a Abril. Quando foi mesmo que o Sr. José Serra deixou o governo? Dia 31 de março.

Teremos de reajustar aqueles R$ 81.238.033,73 anteriores.

Só para constar, a Prefeitura de SP segue na mesma valsa. O Paulo Renato do Município de Kassab, Alexandre Alves Schneider, aquele moço que fica ao celular em cerimônias públicas, enquanto o Governador discursa, concedeu semelhante benesse à Fundação Victor Civita. Aos moldes da FDE, comprou sem licitar 43.932 assinaturas anuais da Revista Nova Escola para os profissionais do quadro de magistério da Rede Municipal de Educação, pela bagatela de R$ 1.094.785,44. Duvida? Confira a imagem retirada do DO de 10/abril/2010.



PS - Será que algum professor poderia nos dizer como esses materiais efetivamente são usados nas escolas?

34 comentários:

  1. Até quando a gente vai ter que tolerar esse tipo de coisa? Que país queremos para as novas gerações? Admiro sua paciência para pesquisar e encontrar tanta picaretagem nos documentos. Você é mais um dos disciplinados soldados a serviço da democracia. Obrigado.
    MAM

    ResponderExcluir
  2. É realmente uma ligação perigosa entre o Partido que joga sujo, que dá golpes rasteiros e a mafiosa editora da marginal Tietê. Um afaga o outro, um ajuda o outro a fazer jogo sujo e enlamear nomes de pessoas impolutas.

    São estas pessoas e empresas mafiosas que devemos extirpar do nosso país. Em outubro derrotaremos um, que seguirá o mesmo caminho do finado Farol de Alexandria. O próximo governo tem que fechar a torneira pública que sangra dinheiro público para a editora marginal que se localiza na marginal Tietê.

    ResponderExcluir
  3. Dividindo-se um pelo outro, chega-se a um valor de assinatura de R$ 24,92 por unidade. Duvido que estes produtos sejam entregues a este preço.


    Cesarlaus

    ResponderExcluir
  4. E uma sujeira dessas não tem volta? Cadê o Ministério Público? Esses demo-tucanos são mesmo muito canalhas. Já a editora Abril vem trocando seus leitores por essas compras fraudulentas com dinheiro público. Mas um dia essa torneira pode secar.Mariah

    ResponderExcluir
  5. É um lixo tão grande que não dá pra usar, Namaria. Ou melhor, os alunos os utilizam pra trabalhos de recortes, pois não têm mais nenhuma outra serventia.

    ResponderExcluir
  6. O metrô de SP está recebendo propagandas demais a poluição do cidade limpa não chegoua até lá que tem até TV. Quem está por trás disto? A gência é de quem? Este pessoal não dá ponto sem nó....

    Lina

    ResponderExcluir
  7. Minha esposa é professora da rede estadual. Recebe o Nova Escola de vez em quando, não entregam todos os meses.

    Ela dá a revista para o nosso filho pequeno recortar letras e figuras.

    Segundo ela não serve pra mais nada.

    Ninguém da escola dela usa para nada, nem os puxa-sacos do Serra.

    A revista é muito ruim.

    ResponderExcluir
  8. Amigos paulistas e paulistanos. Acordem! Dêem o troco nas próximas eleições.

    ResponderExcluir
  9. E olha que dá um valor unitário de R$ 24,92...
    quanto custa essa revista nas bancas??????
    Não negociaram nem mesmo um desconto pelo volume?????

    ResponderExcluir
  10. Não negociaram um desconto porque isto faz parte da ação entre amigos do PSDB! E quem vai pagar por isto seremos nós contribuintes paulistas, que dessa forma, mesmo sem querermos, estamos pagando a campanha eleitoral da coligação do mal PSDB-PFL.

    ResponderExcluir
  11. Caramba, por isso os Civitas, os Marinhos, os Frias e os Mesquitas querem MUITO que Serra ganhe. Para eles, principalmente os que publicam veículos em papel, é questão de vida ou morte.

    ResponderExcluir
  12. Eu digo: As revistas enviadas pra minha casa vão direto para o lixo.

    ResponderExcluir
  13. Oi Namaria,

    Eu recebia em casa, parei de receber pois recebi um comunicado que o contrato para o envio para os professores da Rede Estadual era por um ano, pelo que me lembro parei de receber no ano passado, ou seja, agora é a vez da Rede Municipal. Sem comentários!!! Como eu costumo ler coisas mais interessantes eu dava para a moça que trabalha na portaria do condomínio levar para a filha dela recortar e toda dizia que queria a minha parte em salário. Já estamos cansados de saber do que se trata não é? Dinheiro público indo para a lata do lixo, ou melhor para os cofres da Abril.

    Abraço grande.

    ResponderExcluir
  14. Este indispensável material didático disponibilizado pela gloriosa Abril é usado em aulas de Arte para serem recortados...

    ResponderExcluir
  15. Cara NaMaria,

    acompanho sempre seu blog e gosto muito. Apontar e trazer à tona a miséria espiritual que foi (e continua sendo) a administração Serra (e PSDB) é um labor valiosíssimo.

    Hoje te escrevo por uma bobagem, se trata apenas de uma pequena correção. No seu blog você diz "Il diavolo fa le pentole, mas no fa i coperchi", mas o correto seria "il diavolo fa le pentole ma non i coperchi".


    Saudações,


    Ricardo

    ResponderExcluir
  16. Logo após a compra da emenda da releicao, deixei o Brasil.

    Por dentro, explodí numa raiva doida q se diluiu em tristeza e agonia.

    Me mudei prá Suécia, e por lá fiqei por 2 anos.
    De lá, seguí p/ a Dinamarca, onde morei por 4 anos.
    Depois, seguí prá Noruega, etudando/trabalhando por mais 3 anos.
    Daí, fiz a cagada de mudar prá Alesmanha …
    Detestei!

    Se antes nunca tive simpatia, ao morar lá, passei a detestar, de vez.

    De lá, seguí prá Áustria e, por fim, prá Islândia, onde morei por 1 ano e meio.

    Pois bem, voltei prá Dinamarca, país q, junto c/ a Noruega, foram os q mais gostei.

    Hoje, resumo a ópera assim:

    A Zooropa mudou – prá pior.

    O Brasil, aos meus olhos, melhorou e aos olhos deles … melhorou MUITO.

    Nas maos de Lula (todos sabem qem é e seu nome é pronunciado quase q obrigatoriamente, como se fosse mantra, ou o q o valha), o Brasil é modelo de tudo de positivo.

    Qlqr 1 fala algo de bom do Brasil – seja a pessoa de qlqr tendencia política, faixa etária, ou sexo.

    Já nossa mídia – outrora formadora de “opiniao” … sifu, melhor dizendo: SE FUDEU !!!

    Ao se atar ao q de pior pode-se escolher no cenário político internacional (e, por consequencia, do Brasil – ou vice versa) … cagou na porta do circo.

    Nosso PIG, hoje é motivo de piada entre os Zooropeus.

    Believe-se!

    Inté,
    Murilo

    ResponderExcluir
  17. Oi, Na Maria. Desculpe o “fora de tópico” mas, como cidadão pernambucano, estou indignado:

    Noblat, o famigerado blogueiro de O Globo, publicou um artigo de Clóvis Rossi (outro famigerado)intitulado “Tão pobres e tão contentes”. Preconceito, arrogância e desprezo explícito do povo “do lado de lá” que faz a campanha de Serra através da imprensa da direita enrustida.

    Eis alguns trechos:

    “para animar a festa, foi arrebanhado (sic) um grupo de frevo, (…).
    pensei comigo, sinceramente condoído: tão pobrezinhos, mas tão alegres”.

    “as famílias do Norte e do Nordeste estão tão alegrinhas que transformaram Luiz Inácio Lula da Silva, cuja imagem está colada ao Bolsa Família, em uma espécie de Padim Ciço dos novos tempos.”

    A íntegra do artigo:
    http://oglobo.globo.com/pais/noblat/posts/2010/06/03/tao-pobres-tao-contentes-296883.asp

    Eles falam assim do povo pernambucano, do Nordeste mas, certamente estes entreguistas - do alto da sua subserviência ao patrão estadunidense - pensam o mesmo de todo o povo brasileiro.

    Obrigado pelo espaço.

    ResponderExcluir
  18. Ei Serrassuga:

    - e na bunada, num vai dinha?




    Inté,
    Murilo

    ResponderExcluir
  19. O POETA E A FALTA DE TRANSPARÊNCIA:

    http://blogdafabianasoler.blogspot.com/2010/06/ferreira-gullar-amigo-de-serra-trabalha.html

    ResponderExcluir
  20. Sou professor de biologia do estado de São Paulo e é uma vergonha esse desgoverno tucano gastar milhões com o PIG e não pagar salário digno para nós. Aliás, agora o governo tucano está pagando escolas de idiomas para os alunos da rede pública. Mesmo com o centro de línguas q há em algumas escolas públicas, os tucanos continuam dando dinheiro para Wizards e outros da vida. Será q essas escolas tem ligação com alguem dentro do governo? Isso é um absurdo, pois o estado está terceirizando o ensino e nós professores se quisermos fazer um curso de idiomas o mesmo estado não dá um centavo de subsídio. Será q dá pra achar no diário oficial quanto o governo vai pagar pra essas escolas de idiomas?
    Obrigado

    ResponderExcluir
  21. O seu blog como sempre é show de bola!

    Meu blog está concorrendo ao prêmio TopBlog 2010. Conto com o seu voto no link abaixo!

    http://www.topblog.com.br/2010/index.php?pg=busca&c_b=116942

    Abraços,

    Prof. Adinalzir Pereira
    http://saibahistoria.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  22. Esses NEGÓ$$$IO$$$ estranhos, ligando a mídia corrupta e Serrassuga, precisam ser explicadas.
    Mas pelo MPF e PF.

    Inté,
    Murilo

    ResponderExcluir
  23. Sou professor da rede estadual de ensino e fico profundamente chocado, não com a novidade (todos sabemos, todos reclamamos, mas...) deste esquema tão óbvio e seus desdobramentos maquiavélicos: revistas não adequadas à realidade escolar dos educadores a que se destinam, apodrecendo em pacotes nas Diretorias de Ensino e Secretarias de Escolas; compilação de um projeto incompreensível e sem utilidade - D.A.C. - que justifique a compra idiota de caríssimas apostilas (não adequadas à realidade escolar e ao plano de ensino oficial lançado pelo próprio governo e idolatradas pelas senhoras com "colar de bola" designadas para provar sua utilidade)que não interferem em nada na dinâmica de atuação do profissional da Educação. O que me incomoda profundamente é o silêncio da grande imprensa e mídias jornalísiticas sobre um assunto tão escancarado. Ah! Desde Fevereiro, vários professores da rede estadual deixaram de ganhar o Vale Alimentação, quando deveriam obrigatoriamente. Para onde está indo esse dinheiro? Enquanto isso, na terra do nunca, a editora Abril fecha mais um editorial de sua revista Nova Escola que, a despeito de sua insegurança refletida na falta de compromisso com uma proposta pedagógica palpável, possilvemente será desprezada por educadores que vivem uma realidade mais cinzenta.

    ResponderExcluir
  24. A T E N Ç Ã O !

    O PEDÁGIO estará hoje em Recife, às 11:00 horas, dando uma entrevista na Rádio Jornal, no Programa Super Manhã, de Geraldo Freire.

    O endereço para ouvir, AO VIVO, está aqui:

    http://jc3.uol.com.br/radiojornal/pop_up_aovivo.php

    A situação atual do PEDÁGIO em Pernambuco, segundo o Instituto Maurício de Nassau, é a seguinte:

    Dilma - 49%
    Zé Pedágio - 19%
    Lula - 7%
    Marina - 4%
    Outros - 1%

    ResponderExcluir
  25. EPOIS DO DATAFRAUDE, O DESESPERO FAZ MAIS UMA VÍTIMA: O JUDICIÁRIO!
    [as “forças ocultas” e o efeito ioiô!]:
    [“ao tempo, o esquecimento!”]
    [“à fervura, o bálsamo da água fria!”]
    #############################

    TSE suspende direito de resposta do PT em site tucano
    24/07/2010 – 18h54
    (..)

    Neste sábado, o ministro Henrique Neves, relator do processo, suspendeu a decisão até que o plenário do TSE analise recurso do PSDB. Isso deve acontecer no dia 2 de agosto, com a retomada das atividades forenses.
    (…)
    O direito de resposta, previsto para durar dez dias, foi concedido na quinta-feira pelo [mesmo ministro, adendo nosso] Henrique Neves. Ele entendeu que as afirmações de Indio tiveram “tom ofensivo evidente” e ampla repercussão nos meios de comunicação.
    FONTE: http://www1.folha.uol.com.br/poder/772224-tse-suspende-direito-de-resposta-do-pt-em-site-tucano.shtml

    NOTA: é por estas e outras que temos de dar um “abatimento” às palavras do troglodita Sylvester Stallone! Mesmo porque, e se o Bruno for inocente?!
    RESCALDO: e tome-lhe vácuo na poeira do datafraude!

    República de Nós Bananas
    Bahia, Feira de Santana
    Messias Franca de Macedo

    ResponderExcluir
  26. ‘MAIS’ UM TROLOLÓ DO JOSÉ (S)erra! ENTENDA:
    #################

    Serra visita feira oficialmente encerrada em Maringá (PR)
    (...)
    No Paraná, Serra visitou uma família de agricultores beneficiários do Pronaf para gravação de seu programa eleitoral. A intenção é mostrar que o programa de apoio a agricultura familiar nasceu no governo tucano de Fernando Henrique Cardoso. Na visita, Serra foi assediado e posou para fotos, incluindo sobre um trator.
    25/07/2010 - 00h07
    CATIA SEABRA
    ENVIADA ESOPECIAL A MARINGÁ (PR)

    ###############


    HISTÓRICO, CARACTERIZAÇÃO E DINÂMICA RECENTE DO PRONAF –
    Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar

    (...)
    Assim, a década de noventa é marcada por alguns fatores que foram decisivos para
    mudar os rumos do desenvolvimento rural, principalmente na esfera governamental. Por um lado, o movimento sindical dos trabalhadores rurais ligados à Confederação Nacional dos Trabalhadores da Agricultura (CONTAG) e ao Departamento Nacional de Trabalhadores Rurais da Central Única dos Trabalhadores (DNTR/CUT), especialmente dos três estados meridionais do país, passaram a organizar-se e direcionar suas reivindicações e lutas para a chamada “reconversão e reestruturação produtiva” dos agricultores familiares, que seriam afetados pelo processo de abertura comercial da economia, na ocasião influenciado pela criação do Mercosul. Assim, as reivindicações dos trabalhadores rurais, que já haviam começado a ter voz na Constituição de 19884, ganharam destaque nas “Jornadas Nacionais de Luta” da primeira metade da década de noventa, que a
    partir de 1995 passaram a ser denominadas de “Grito da Terra Brasil”5.
    Por outro lado, os estudos realizados conjuntamente pela FAO/INCRA6 definem
    com maior precisão conceitual a agricultura familiar e, mais ainda, estabelecem um conjunto de diretrizes que deveriam nortear a formulação de políticas públicas adequadas às especificidades dos diferentes tipos de agricultores familiares. Sabe-se que esses estudos serviram de base para as primeiras formulações do PRONAF.
    Em larga medida, pode-se afirmar que o PRONAF foi formulado como resposta do Estado às pressões do movimento sindical rural, realizadas desde o final da década de 1980. O Em 1994, em conseqüência das reivindicações dos agricultores familiares acima
    citadas, o governo Itamar Franco criou o Programa de Valorização da Pequena Produção (O PROVAP). O PROVAP seria o embrião da primeira e mais importante política pública criada dois anos mais tarde e destinada aos agricultores familiares. Essas modificações deram origem ao PRONAF, em 1996, cuja institucionalização ocorreu através do Decreto Presidencial nº 1.946, datado de 28/07/1996., governo FHC.

    No entanto, a mudança mais recente e, quem sabe, a de maior impacto, se deu em
    2003, governo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Com a posse do novo Governo Federal, a estrutura do MDA foi reformulada, sendo criada a Secretaria de Desenvolvimento Territorial (SDT)...

    Sergio Schneider1
    Lauro Mattei2
    Ademir Antonio Cazella3
    Publicado em SCHNEIDER, Sergio; SILVA, Marcelo Kunrath;
    MARQUES, Paulo Eduardo Moruzzi (Org.). Políticas Públicas e
    Participação Social no Brasil Rural. Porto Alegre, 2004, p. 21-50.


    1 Sociólogo, Mestre e Doutor em Sociologia. Psquisador do CNPq (Bolsa Produtividade em Pesquisa).
    Professor do Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Rural e do Departamento de Sociologia da
    UFRGS. E-mail: schneide@ufrgs.br
    2 Engenheiro Agrônomo, Mestre e Doutor em Economia. Professor Adjunto do Departamento de Economia e
    do Programa de Pós-Graduação em Economia da UFSC. E-mail: mattei@cse.ufsc.br
    3 Engenheiro Agrônomo, Mestre e Doutor em Desenvolvimento Rural, Professor do Programa de Pós-
    Graduação em Agroecossistemas da UFSC. E-mail: acazella@cca.ufsc.br
    2

    http://www.ufcg.edu.br/~cedrus/downloads/schneider/historico_pronaf.pdf

    Messias Franca de Macedo
    Feira de Santana, Bahia, República de Nós Bananas

    ResponderExcluir
  27. Serra não fará menção às Farc na propaganda de TV

    [JOSÉ (S)erra: “Só tenho uma cara!” ENTENDA – com a ajuda do Josias “dos Frias”(!) da ditabranda (sic)]

    Principal novidade da campanha eleitoral, o azedume que José Serra injetou no discurso não será reproduzido na propaganda de TV do candidato.

    * Serra da televisão não vai repetir, por exemplo, a acusação de vínculo do PT com as Farcs que o Serra das entrevistas dos últimos dias alardeou.
    (...)
    o QG de Serra verificou:
    1. O pedaço do eleitorado sensível ao discurso de que o **PT é dúbio nos valores que professa já vota em Serra.
    2. O grosso do eleitorado de Dilma, simpático a Lula e agradecido pelas ***
    benesses do Bolsa Família, nem sabe o que são as Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia.
    Na estratégia de campanha de Serra, a vinculação do PT com as Farc foi reduzida à condição de um “acidente de percurso”.
    Resultado de um “escorregão” de Índio da Costa (DEM-RJ)
    Mas, a depender do tucanato, vai ficar nisso. Na propaganda de ****
    televisão, Serra pretende se ocupar de sua própria biografia.
    Os responsáveis pelo marketing da campanha tucana contemplam a hipótese de recorrer a ataques pontuais. Sempre a Dilma e ao PT, jamais a Lula.
    Mas está decidido que a chamada “baixaria” não será a tônica da propaganda eletrônica. As pesquisas internas indicam que o jogo bruto não se traduz em votos.

    FONTE: Serra não fará menção às Farc na propaganda de TV
    25/07/2010
    em http://josiasdesouza.folha.blog.uol.com.br/

    FALA MATUTO ‘BANANIENSE’!:
    *Ô, a cara do (S)erra na televisão não é a mesma cara do (S)erra?! O matuto pode, então, inferir que o candidato pré-derrotado da vez da DIREITONA OPOSIÇÃO AO BRASIL tem, pelo menos, duas caras?! Ou um mais um não é mais dois?!
    **Ah, engraçado, o eleitor que não vota em dubiedade, vota em (S)erra?!... “Sinistro, ‘vei’!” Eu nunca havia pensando nisto ‘nunca antes neste país’!
    O pedaço do eleitorado sensível ao discurso de que o PT é dúbio nos valores que professa já vota em Serra. A próposito, qual a margem de erro da pesquisa do Josias “da Folha” a nos oferecer o dado supramencionado?!
    ***captaram o, digamos, “escorregão” do Josias de Souza, integrante do Coral Bolsa Esmola?!
    ****avisem ao (S)erra que a televisão brasileira é pródiga em baixaria/porcaria! Não apoQUENTE ‘mais’ ainda a calva, (S)erra! (S)erra, se a canoa explodir - perdão, ato falho -, se a calva explodir de uma vez por todas, como ficarão os esgotos nossos de cada dia?! Ficará com a SABESP privatizada?!

    RESCALDO: por falar em Coral, uma melodia não faz mais a ninguém!

    Viva o (S)erra! “O [uma] cara”(!)

    (S)erra não é dúbio,
    La-ri-lo-ló
    (S)erra só tem uma cara,
    La-ri-lu-lu
    (S)erra não é ambíguo,
    La-ri-li-la-la!
    Lá, lá(!)


    Bis ‘n’ vezes

    República de Nós Bananas
    Bahia, Feira de Santana
    Messias Franca de Macedo

    ResponderExcluir
  28. ERRATA:
    A TÁTICA DO MEDO
    FONTE: capa da revista Istoé, 28/07/2010 (ao invés de 28/06/10)

    Cordiais saudações democráticas, progressistas e civilizatórias,

    Messias Franca de Macedo
    Feira de Santana, Bahia, República de Nós Bananas

    ResponderExcluir
  29. EM TEMPO:

    ... O Globope acaba de des-mo-ra-li-zar o, há muito, DES-MO-RA-LI-ZA-DO Datafraude, o instituto que é uma Frias!

    Dilma Brasileira Rousseff será eleita no primeiro turno!

    Por enquanto, Dilma 39%, (S)erra 34%

    BRASIL NAÇÃO
    Bahia, Feira de Santana
    Messias Franca de Macedo

    ResponderExcluir
  30. Agora sei porque do nada começou a chegar a Revista Nova Escola aqui em casa, pois minha é professora...enquanto isso o salário dele continua uma merreca

    ResponderExcluir
  31. Olá,
    Meu nome é Ariany, eu represento o Blog Vestibular, da FECAP (Fundação Escola de Comércio Álvares Penteado).
    Primeiramente lhe parabenizo pelo seu blog e gostaria de convidá-lo a conhecer e opinar num ambiente repleto de informações sobre educação: http://blogvestibularfecap.blogspot.com/

    Conto com a sua visita!
    Até mais!

    ResponderExcluir
  32. namaria cade vc?

    Absurdos que só acontecem em SP: 50 km de buraco, pista única, com 2 pedágios caros! Só @joseserra_ e @geraldoalckmin_ faz para vc! http://bit.ly/90gbsd

    ResponderExcluir
  33. “Quem quer dinheiro?”: a repetência premiada nas escolas paulistas

    http://wp.me/pBRNS-87

    ResponderExcluir
  34. Posso garantir que os catadores de papel da minha rua adoram a Nova Escola!

    ResponderExcluir